A CONCEPÇÃO DE FORMAÇÃO EM TOMÁS DE AQUINO: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES

Estelamaris Brant Scarel

Resumo


Este artigo trata do conceito de formação em Tomás de Aquino à luz das contribuições de Aristóteles bem como da ordem franciscana a qual pertencia esse teólogo e filósofo no medievo. Assim, tem-se como ponto de partida o contexto contemporâneo, sob a influência tanto da ideologia da globalização econômica como das políticas neoliberais, procurando-se, em seguida, conhecer os traços mais significativos concernentes à concepção de ensino e, por conseguinte, de formação do Aquinate, a fim de, a partir disso, compreender-se a condição de possibilidade de a obra de pensamento desse rigoroso mestre da Universidade medieval contribuir, talvez, para que a perspectiva de formação seja repensada na atualidade.

Palavras-chave


Tomás de Aquino; Ensino; Formação; Educação

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. Trad. Alfredo Bosi. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo In: Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. 4. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

BENJAMIN, Salter. Experiência e pobreza. In: Walter Benjamim: magia e técnica, arte e política. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994 (Obras Escolhidas; v. 1).

BOTTOMORE, Tom; OUTHWAITE, William. Dicionário do pensamento social do século XX. Trad. Eduardo Francisco Alves e Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1996.

CHAUÍ, Marilena. Crítica e ideologia. In: Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2011. p. 26-48.

COÊLHO, Ildeu Moreira. A gênese da docência universitária. Linhas críticas: Faculdade de Educação. Brasília: UnB, v. 14, n. 26, p. 5-24, jan./jun. 2008.

COÊLHO, Ildeu Moreira. Filosofia, educação, cultura e formação: uma introdução. In: COÊLHO, Ildeu Moreira (Org.). Educação, cultura e formação. Goiânia: PUC Goiás, 2009. p. 15-27.

COÊLHO, Ildeu Moreira. Qual o sentido da escola. In: COÊLHO, Ildeu Moreira (Org.). Escritos sobre o sentido da escola. Campinas: Mercado das Letras, 2013a. p. 59-85.

COÊLHO, Ildeu Moreira. Escritos sobre o sentido da escola: uma introdução. In: COÊLHO, Ildeu Moreira (Org.). Escritos sobre o sentido da escola. Campinas: Mercado das Letras, 2013b, p. 15-32.

DE BONI, Luis Alberto. A entrada de Aristóteles no Ocidente Medieval. Porto Alegre: EST Edições; Ulisses, 2010.

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir – Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. 3. ed. São Paulo: Cortez; Brasília: MEC; UNESCO, 1999.

FARIA, Ernesto (Org.). Dicionário escolar latino-português. 3. ed. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura; Departamento Nacional de Educação, 1962.

FRANCO JÚNIOR, Hilário. A Idade Média: nascimento do ocidente. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 2006.

LAUAND, Luiz Jean; SPROVIERO, Mario Bruno. Tradução, estudos introdutórios e notas. In: TOMÁS DE AQUINO. Verdade e conhecimento. São Paulo: Martins Fontes, 2011. p. 1-72 (Coleção Clássicos).

LAUAND, Luiz Jean. Tomás de Aquino, hoje. São Paulo: GRD; Curitiba: Champagnat, 1993.

LAUAND, Luiz Jean. São Tomás de Aquino: estudo. In: LAUAND, Luiz Jean (Org.). Cultura e educação na Idade Média: textos do século X ao XII. Seleção, Trad., notas e est. introdutórios Luiz Jean Lauand. São Paulo: Martins Fontes, 1998. p. 299-304 (Coleção Clássicos).

LAUAND, Luiz Jean. Cronologia. In: TOMÁS DE AQUINO. Sobre o ensino (De magistro) e os sete pecados capitais. Trad. e Introd. Luiz Jean Lauand. São Paulo: Martins Fontes, 2004a. p. ix.

LAUAND, Luiz Jean. Introdução. In: TOMÁS DE AQUINO. Sobre o ensino (De magistro) e os sete pecados capitais. Trad. e Introd. Luiz Jean Lauand. São Paulo: Martins Fontes, 2004b. p. 3-22.

LE GOFF, Jacques. Os intelectuais na Idade Média. 4. ed. Trad. Maria Julia Goldwasser. rev. téc. Hilário Franco Jr. São Paulo: Brasiliense, 1995.

NICOLAS, Marie – Joseph. Introdução a suma teológica. In: TOMÁS DE AQUINO. Suma teológica. Ed. bilíngue latim-português. São Paulo: Loyola, 2003. v. 1. p. 23-68.

SCAREL, Estelamaris Brant. Cidadania: do espaço do discurso ao espaço da ação como exercício dos direitos humanos. Estudos humanidades: revista da Universidade Católica de Goiás. Goiânia: UCG, v. 28, n. 5, p. 975-988, set./out. 2001.

TOMÁS DE AQUINO, Sobre o ensino (De magistro) e os sete pecados capitais. Trad. e introd. Luiz Jean Lauand. São Paulo: Martins Fontes, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v29i2.7415

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.